SEJAM BEM VINDOS!

FAMOSAS QUE JÁ PERDERAM SEUS BEBÊS







Então, a perda de um filho pode aontecer com qualquer mulher, as vezes nos culpamos, porque ora ou outra pensamos que poderíamos ter tido mais recursos, mais cuidados, que salvaríamos nossos bebês se estivéssemos rodeadas dos melhores médicos, conforto, mas saibam que quando tem que acontecer, acontece, independente de você estar sob os cuidados dos melhores especialistas ou não. Andei fazendo uma breve pesquisa na internet e descobri muitas mulheres famosas, da mídia que já passaram pela dor da perda de um filho, listarei algumas:
IVETE SANGALO, em 2008, teve um aborto espontâneo do primeiro filho, segundo as palavras da cantora,"(...)“Eu fiquei muito sofrida. Dói demais. De alguma maneira, aquilo já está impregnado no meu caminho. Eu estava tão feliz e não teve jeito! Fiquei muito tristinha. Mas eu tenho muita fé em Deus e conversei com ele: 'Meu Deus, se o Senhor deliberou assim, que seja assim'. Mas eu sou uma pessoa, não uma máquina. E fiquei muito magoadinha”, ainda acrescenta que o Padre marcelo Rossi a ajudou muito neste processo de recuperação, conta a revista Quem, do dia 20 de julho.
CAROLINA DIECKMAN, sofreu dois abortos espontaneos, um em 98 e outro em 2006, mas sua perseverança não a impediu de ter 2 filhos lindos e saudáveis.
TICIANE PINHEIRO, em sua primeira gestação, as 22 semanas perde sua primeira filha, por mal formação do feto, superou e agora, já tem uma filha.
SHEILA CARVALHO, em 2008, passou pela perda de seu filho Bryan, que nasceu prematuro de 7 mêses e não resistiu, hoje Sheila superou a dor e já tem uma linda filha, saudável.
LILY ALLEN, cantora, perdeu seu bebê aos 6 mêses de estação em 2010 e confessa que chegou a beira da morte, por causa disto, em suas palavras: "(...)"Eu não conseguia me importar comigo mesma. Eu literalmente estava em meu leito de morte, mas eu não sentia", contou a cantora, de acordo com o jornal The Sun."
LETÍCIA BIRKHEUER, em 2008, aos 3 meses de gestação teve aborto espontâneo e hoje está gravida novamente, quase ganhando o bebê. "(...)"Perder o bebê foi algo que me deixou muito triste. Fiquei tão empolgada quando soube que estava grávida que saí comprando roupinha, escolhi o nome. Fiz um teste ultramoderno para saber o sexo quando estava só com duas semanas. Era menina e se chamava Maria Helena".
JOELMA, do Calypso, sofreu em 2009 aos 2 mêses de gestação, e já é mãe de dois filhos e com certeza já superou.
CELINE DION, cantora, em 2009 teve um aborto espontâneo 10 dias depois de anunciar a gravidez e hoje, já tem seus gemeos que nasceram em 2010.
FERNANDA BRUM, cantora gospel, teve 4 abortos e hoje tem 2 filhos, exemplo de fé e superação. "(...) tive indicação médica por causa dos embriões que morriam em meu ventre.O coração parava de bater após um descolamento de placenta, e eu ficava com o embrião morto na barriga, tomando medicamento para induzir a eliminação espontânea do embrião. Algumas vezes lembro-me de ter voltado da anestesia gritando meu bebê, meu bebê..."
KELLY KEY, a cantora sofreu um aborto da sua segunda gravidez com o atual marido Mico, as 10 semanas de gestação, sofre um aborto espontâneo, já é mãe de uma menina e um menino, lindos e saudáveis.
MARIAH CAREY, diz em entrevista, que em 2008 sofreu um aborto espontâneo da sua primeira gestação, hoje, conseguiu ter seus gêmeos.
JAQUELINE, jogadora de vôlei da seleçã feminina, perdeu o primeiro bebê logo nas primeiras semans de gestação em mio deste ano.
PITTY, cantora de rock, infelizmente passou pela perda aos 3 meses de gestação. Diz: "(...) a forma que eu encontri pra não me tranformar numa bêbada, drogada e sofredora pelo que tinha acontecido comigo fui enfiar a cara no trabalho...". Torço por você Pitty, logo terá outro bebê.

ENFIM, ESTE POST FOI UMA PEQUENA AMOSTRA DE QUE TODAS NÓS ESTAMOS SUJEITAS A ESTA DOR NA VIDA, E ESPERO QUE QUEM O LER SE SINTA ABRAÇADA, QUE ACALME O CORAÇÃO E TIRE QUALQUER "CULPA" ...TUDO PODE ACONTECER E UM DIA VAMOS SUPERAR TUDO ISTO E TEREMOS NOSSOS FILHOS COMO OS EXEMPLOS CITADOS ACIMA E AO NOSSO REDOR.






100 comentários:

  1. ISSO MESMO AMIGA, A CULPA NÃO FOI NOSSA,QUE BOM SABER QUE VC ESTÁ TENTANDO CONFORTAR SEU CORAÇÃO,FICO TÃO EMPOLGADA COM SUAS POSTAGENS,LEIO TODAS AMIGA,ALGUMAS UM POUCO TRISTE MAIS TODAS ME AJUDAM MUITO,VC PROCURA ESCLARECER QUALQUER DUVIDA QUE POSSA FICAR...
    TE ADORO E OBRIGADA POR FAZER PARTE DE MINHA VIDA,NEM IMAGINA COMO É BOM TE-LA COMO AMIGA...BEIJOS E ABRAÇOS BEM APERTADOS CONTE SEMPRE COMIGO!!

    ResponderExcluir
  2. Exatamente GAby,minha querida amiga, a intenção deste post foi essa, de tirar da "cabecinha" da gente uma suposta culpa,mesmo que ela seja inconsciente, mas uma hora ou outra ela se manifesta. Veja bem, as "celebridades", munidas de recursos e toda a tecnologia de exames e médicos e ainda assim acontece.Enfim, vamos superar e seremos muito felizes. Um enorme abraço Gaby...

    ResponderExcluir
  3. ninguem pode ir contra os designios de Deus por mais que a gente não entenda Deus sempre tem o melhor pra nos.......força menina...

    ResponderExcluir
  4. Eu sei o q é perder a dor de um filho estava com 8 meses de gesação e perdi mha Maria Clara hj o meu anjo da guarda sei q vou superar entrei em depressão mais sei q DEUS é fiel e tremendo e logo serei mãe novamente um dia seremos mto felizes com nossos bbs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou vivendo esse pesadelo...tbm estava com 8 meses. Minha princesinha já foi para o ceu sem nem pisar nessa terra... Como vc está hj Neila?

      Excluir
  5. Então Adriana é a mais pura verdade o que você diz, não podemos mudar o que já está traçado, o que nos resta é muita vontade de viver, é querer sair do fundo deste poço e lutar para sermos felizes, por nós e por nossos filhos. Abraço forte!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Olá Neila é um prazer ter sua visita aqui no meu blog. Sinto muito por você, não é fácil mesmo, mas siga em frente, vença a depressão por todos que te amam e por sua filhinha que está no céu olhando por você. Siga em frente mesmo que catando os "cacos", mesmo que seja um passinho de cada vez, não desista jamais!!!! Entre sempre em contato viu, me mande um email se desejar. Um grande abraço e muita força viiu!!!!

    ResponderExcluir
  7. Linda sua homenagem ao seu anjinho Lucas....Algumas coisas simplesmente não tem explicação....e nem depende de nós...Fiquei emocionada com sua história, eu já sofri um aborto retido e sofri muito. Mas fique com Deus, ele te dará forças sempre que precisar...Bjão...

    ResponderExcluir
  8. Olá, espero que entre mais em contato comigo através do blog, será um prazer conhecer vocÊ "anonimo"!!!!
    È DEus mesmo que nos dá forças!!!
    Fique tambem com Deus e força sempre!!!!

    ResponderExcluir
  9. ola gente que bom que encontrei este blog estou muito triste hoje faz 2meses e 10 dias que perdir o meu nathan de 9 dias... estar sendo muito difisil asvezes acho que nao vou aguentar tanta dor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi anônima tbm perdi meu anjo com 7 dias de vida era uma menina Beatriz. Eu estava tão empolgada com a chegada dela. Não conseguia pensat em outra coisa a não ser na chegada dela. Ficava imaginando ela chegando em casa tava tão empougada eu ja estava ate planejando 1ano dela, tinha tantos planos. Tava explodindo de felicidade. Mais ai a vida me pregou uma peça.Com 7 meses minha bolsa estourou e ela nasceu com uma bactéria muito forte e teve q ir direto pra uti. Mais tava confiante q ela ia sair de la. Mais infelizmente 7 dias depois ela veio a falecer. Entrei em desespero não conseguia parar de chorar hoje faa 1 mes e 2 dias q ela se foi. Deus tem confortado meu coração e do meu marido sei q Deus tem algo grandioso pra gente la na frente. Deus sabe oq faz e ainda vamos ser muito felizes tenha força sei q não é fácil mais precisamos ser forte. Abraços fique com Deus. Bjod

      Excluir
  10. Oi, sinto muito viu pela perda do seu bebê, é uma dor que não podemos controlar, mas te digo, tenha forças, e nunca desista de seus sonhos. Eu perdi meu filho aos 9 meses de gestação, isso ja fazem 10 meses e só posso lhe dizer que Deus vai confortando os nossos corações. Seja bem vinda ao meu blog e entre em contato sempre que puder. Conte um pouco da sua história. Precisando de mim é so chamr srsrsrs!!!bjsss

    ResponderExcluir
  11. Perdi meu Enzo ao 6 meses de gestação,ele faleceu menos de 12hs após o parto.Dia 1o d dezembro agora fazem 20 dias.É muito difícil...me sinto frustada.Com medo de não conseguir ser mãe novamente.Estou me recuperando da cesárea e doida pra ouvir do médico q poderei engravidar novamente em breve...sei q outro filho não vai curar a dor,mas eu e meu marido nos preparamos muito nesses 11 anos juntos para sermos pais,e a vida nos deu essa rasteira.è bom ver q algumas mães também passam por esse sofrimento e conseguem dar a volta por cima.Um abraço a todas. Alessandra

    ResponderExcluir
  12. Alessandrasinto muito!!!Sempre me emociono a cada caso, a cada perda, é muito triste passarmos por esta dor, mas saiba que vc não é a unica, não está sozinha nesta caminhada, o que lhe digo é que vc tenha força, creia que tudo vai ser restituído na sua vida!!!Fique de repouso para que vc se recupere logo da cesárea e vc vai ver, logo logo o médico vai te librar e deus vai lhe abençoar com um bebezinho lindo. No mais fica aqui o meu consolo e meu ombro amigo, entre quando quiser no blog que sempre estarei aqui. Que DEus abençoe sua casa e sua família. Seja forte!!!!

    ResponderExcluir
  13. Eu me chamo Larissa perdi um bebe com 39 semanas quase para nascer estou passando por esta dificuldade pois acredito muito em Deus e que ele me dara força para superar. Mas estou muito triste!!!!

    ResponderExcluir
  14. Meu nome é michele, o dia 07 de dezembro de 2011 recebi a noticia que a minha Rafaela estava morta dentro do meu útero.Foi a pior coisa que ja passei na minha vida, eu estava com 33 semanas de gestação, tive parto normal, por recomendação médica, e apesar de tudo estou indo bem, desde o início eu e meu marido nos estregamos nas mãos de Deus e por isso permanecemos fortes e confiantes em seus desgnos. Sou mãe de um lindo menino de 5 anos e se Deus quiser, terei mminha menina tão amada e querida novamente

    ResponderExcluir
  15. A vocês duas que postaram os dois ultimos comentários,Larissa e Michele primeiramente, sinto muito mesmo. Bom os comentarios de vocês aparecepra mim como "anonimo" e não dá pra eu entrar em contato com vcs,para dar uma resposta mais calorosa. Espero que estejam lendo, entrem em contato comigo, vou deixar email. Depois, eu só desejo a vocês muita força, que deus possa confortar vcs. Eu perdi meu bebecom 40 semanas, 1 dia antes de nascer e ja vai fazer 1 ano, e so deus mesmo pra nos dar forças. Olha, mandaem um email contando a historia de vcs, assim poderei dar uma plavras mais de perto.Mandem pra esse endereço.
    bloghomenagemanjinholucas@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá! Em 15/03/2012 estava indo ao hospital verificar se estava tudo bem com o bebê e comigo! No banho senti uma dor forte na nuca e logo pensei que a pressão havia subido, já que é um dos sintomas de pressão alta! Fui para o hospital e ao chegar lá constataram que meu bebê já havia falecido. Seu coraçãozinho já não batia mais!
    Aquilo doeu tanto. Tanto. Nossa, como chorei e me perguntei: Porque?
    Eu já havia completado os 9 meses e a data prevista para meu parto era dia 18/03/2012.
    Eu estava a espera de um menino. Meu Gustavo!
    Ele seria meu primeiro Filho! O tão esperado filho! Como o desejei. Como o esperei. Como sonhei cada dia ter ele aqui comigo!
    E de repente, ele se foi! Dói. Dói todo tempo. Cada segundo do meu dia dói não ter ele aqui comigo! Cada detalhe não vivido dói demais! É uma dor imensa, que parece não ter fim.
    Estou sentindo até raiva quando me perguntam se eu estou bem. Eu NÃO estou bem! NADA bem!
    Perder meu filho foi a pior coisa que me aconteceu! E por mais que digam que Deus tem suas razões, é muito difícil aceitá-las!
    Espero um dia que essa dor seja amenizada e que eu possa ter outro filho. Que Deus, na sua bondade e misericórdia, possa me presentear com outro bebê e que tudo dê certo da próxima vez!
    Estava mesmo querendo desabafar com alguém que tenha passado por isso. Acho que uma pode ajudar a outra... Beijos e obrigada...
    Meu nome é Meire Ellen Xavier.
    meu e-mail é meirinha_22@hotmail.com
    Caso alguém queira conversar comigo!

    abraços e obrigada pelo espaço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Meire,ler o que vc escreveu parecia que estava escrevendo minha história ...Tbém tive a mesma perda e a mesma dor e a mesma situação ,..há 34 dias perdi meu anjo José meu amado filho de 9 meses ja estava pronto pra nascer,quando percebi que não se movimentava mais corri para o medico e o pior dos pesadelos meu filhimho não tinha mais os batimentos cardiacos ,..não consigo entender não tinha nada de errado ..minha dor é infinita um vazio que não cabe dentro de mim,mas creio que Deus nos conforta,..quando sair do resguardo vou tentar novamente preciso ser mãe mais que nunca..

      Excluir
  17. Eu também estou passando por isso,no dia 30 de março de 2012 perdi meu primeiro filho lucas estava de 22 semanas e uma tristeza sem fim ,

    ResponderExcluir
  18. Tbm perdi minha filha com quase nove meses e gestaçao e uma dor que não tem fim...Tudo aconteceu no dia 12 de março de 2012 fui bater uma ultra de rotina,chegando la tive a pior noticia da minha vida minha filha estava sem batimentos cardiacos...Então fui induzida a um parto normal,quando vi q minha filha morta meu mundo acabou naquele momento.Ja faz mais de 1 mes e a dor nao diminue estou pedindo força a Deus pra superar..Quero engravidar o mais rapido possivel,mas confesse que estou com um pouquinho de medo,pois estava td bem com a minha gestaçao...Enfim mas sei que DEUS SABE DE TODAS AS COISAS E SE FOR DA VONTADE DELE IREI ENGRAVIDAR NOVAMENTE.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. perdi meu filho no dia 17 de maio 2013 estou sofrendo muito ele estava com quais 26 semanas tive um descolamento da placenta ele naceu vivo mais deus o levou nao com sigo enteder o porque poi amava tato me filho era thiago o nome dele quero te outro mais tenho muito mendo pois sofri muito

      Excluir
  19. Meire, sinto muito por seu bebezinho, que Deus o tenha ao seu lado. Desculpe a demora a responder, mas leio tudo que recebo e me coloco a sua disposição. Infelizmente compartilhamos da mesma dor, a perda de um bebê aos 9 meses de gestação, é algo muito dolorido, mas deus está no comando.Que Deus te dê forças, que você possa recuperar suas forças e que logo você seja presenteda com uma nova gestação. Um grande abraço!!!Força querida!!!

    ResponderExcluir
  20. Juliana, as vezes nem tenho palavras para dizer as mamães, que assim como eu, perderam sues bebezinhos, em estágios tão elevados já da gestação, eu e você aos 9 meses, é muito forte, so deus pode nos consolar. O seu caso ainda está muito recente, te digo, viva tudo dentro do seu limite, não apresse sua recuparação, chore tudo o que tiver que chorar, nao se sinta mal por isto, o melhor a se fazer neste momento é tentar, por mais difcil que seja, acalmar o coracao. Estou a sua disposição, vou te passar o email pra vc entrar em contato, para o que precisar. Deus esteja com vc!!!!
    bloghomenagemanjinholucas@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  21. Oi sou a Thânia. Perdi meu Artur aos 42 dias de vida! Ele nasceu de 8 meses e nunca deixou o hospital! Teve infecções diversas e faleceu no dia 03 de abril de 2012. Hj quase 1 mês depois a dor ainda dilacera meu coraçãozinho como se tivesse sido hj... Espero um dia ter forças pra tentar ao menos aliviar essa dor...

    ResponderExcluir
  22. MENINAS, FUTURAS MAMÃES, SINTO MUITO POR VCS, PEÇO QUE DEUS CONFORTE TODAS NÓS TB PASSEI POR ESSE EPISÓDIO TRISTE, FINAL DO ANO PASSDO, PERDI UM BEBE, QUATRO MESES DESPOIS EGRADEI NOVAMENTE E PERDI DE NOVO, JAMAIS ESQUECEREI, SONHO TODOS OS DIAS COM BEBES E TODA VEZ QUE SAIO A ALGUM LUGAR E VEJO UMA GRÁVIDA O BEBEZINHO, VOLTO PRA CASA CHORANDO,SINTO COMO SE FOSSE UM ASTIGO, MAS ESTOU PEDINDO PRA DEUS TIRAR ESSA MÁOA DO ME PEITO.

    ResponderExcluir
  23. Marissa, acabei de perder meu bebê! Mas, sua página foi um acalanto para mim. Na verdade a gestação não era planejada. Mas foi muito comemorada! Entretanto, eu sei que Deus é sempre muito sábio! E no momento certo, meu baby chegará. Estava com um mês de gestação. Muita força e luz pra você! Esse cantinho é realmente lindo!
    Grande beijo!
    ‎"A vontade de Deus nunca irá levá- lo aonde a graça de Deus não irá protegê-lo!"

    ResponderExcluir
  24. Aos 38 engravidei do meu primeiro menino , Gabriel,lindo ! ele nasceu nas 35 semanas de gravidez parto normal, a maior e melhor dor do mundo que passei de ter tido meu filho e sentindo ele sair de dentro de mim, durante o parto ele foi ao encontro de JEsus Cristo! ele fara um ano ao lado de Jesus em Novembro 2012. Minhas lebrancas sao as desde o primeiro dia que descobri a gravidez ate seu nascimento, seus chutes na minha barriga, nossoas conversas nosso amor incondicional e reciproco mesmo sabendo que ele por devido uma syndrome nao sobreviveria por muito tempo deixei nas moes de Deus e que tudo corresse conforme sua vontade,foram 36 semanas no meu ventre de pura alegria, amor felicidade mutua. Hoje ele esta saudavel junto a Deus, e sem duvida junto a mim diariamente, minha inspiracao de vida, sofri sim e sozinha depois de sua partida, mas como disse sei que ele eh um anjo esta presente me dizendo pra nao desistir! Fe em Deus meninas lembram de seus filhos com um belo sorriso no rosto e sintam se abencoadas por serem mamaes dos seus anjos!pois muitas mulheres nao conseguem nem conceber um filho..Te amo Gabriel!

    ResponderExcluir
  25. Oi meu nome e ANDREYA, Nossa eu passei por isso, perdi meu filho ele nasceu de 7 meses, e si Chamava Bryan tbm, ele viveu 10 dias, ele morreu de choque cardiáco, nossa ta dificil superar isso, tem 5 meses qe meu filho ja si foi, e muito triste!

    ResponderExcluir
  26. Qeria poder ter um contato com voc, eu não consigo superar a perca do meu filho :( dooi muito!

    ResponderExcluir
  27. Andreya Alves, sinto muito mesmo por esta perda, mas siga em frente, é muito dificil, mas deus está no comando...Conte comigo!!!Pode ficar a vontade pra ter contato comigo, me manda um email que terei o maior prazer em, lhe ajudar! Marissa_dvd@hotmail.com. Bjusss!!!

    ResponderExcluir
  28. Obrigada, me sinto melhor de poder dividir isso com alguem qe tbm ja passo por isso!

    ResponderExcluir
  29. oii a todas amei ter achado esta pagina pois faz nem 2 meses tambem que perdi meu bebe, doi muito como doi é bom desbafar um pouco to tentando volta a realidade aos poucos mais ta muitooo dificiul mesmo fiz tudo direitinho todas as ultras tomava todos os remedios realmente fiz tudo fico pessando quanta gente tem varios filhos e os maltratam, o meu ia ser tão mais tão amado perdi ele em um parto prematuro com 6 meses se chamava davi ele era tão lindoo agora so pesso a Deus que seja amavel comigo e so deixe eu engravidar novamente se for dar tudo certo porq não aguento passar por isso novamente.

    ResponderExcluir
  30. Oi Gostei muito do blog! meu nome é Tatiane e pedi meu bebe no dia 16 de abril de 2013. já estou em casa mas me sinto tão fraca... peço forças a Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii Tati, perdi o meu bebe no dia 28 de abril, gostaria muito de conhecer vc se poder entrar em contato comigo: 98756-9452 (tim) moro em santo andre, meu filho foi enterrado no Curuçá, adoraria compartilhar com quem realmente sabe qual a dor de perder um filho. obrigada! se puder deixar o seu contato.

      Excluir
  31. Bruna, desculpe a demora em responder, mas estava tendo problemas com meu blog. primeiramente sinto muito pela perda, que Deus possa confortar o seu coração. Eu sei como está se sentindo mas saiba que tudo tem um porque e um dia vamos entender tudo isto que passamos. Sinta-se abraçada por mim e entre em contato quando precisar. Grande abraço e Deus lhe proteja!

    ResponderExcluir
  32. Tati, meus sentimentos mais sinceros, sei o que está passando não é facil perder um bebê, mas Deus lhe dará forças!!! Entre em contato sempre que precisar, força minha amiga!!!!

    ResponderExcluir
  33. oi meninas hoje faz uma semana que não sinto meu anjo Lucas mechendo dentro de mim estava gravida de 33 semanas passei pelo parto induzido pra ver meu príncipe sem vida mais Deus sabe de todas as coisas e na hora dele sei que terei outro bebe, doi muito mais Deus conforta o coração de todas nós

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SINTO MUITO PELA PERDA, MEU AMADO TAMBÉM SE CHAMAVA LUCAS!! SIM VOCÊ SERÁ ABENÇOADA NOVAMENTE E TERÁ SEU BEBÊ ASSIM COMO EU TIVE. SEJA BEM VINDA AO MEU BLOG, DEUS CONFORTE O TEU CORAÇÃO!!!

      Excluir
  34. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  35. Olá minha querida, não te conheço, mas tô há um bom tempo do dia no seu blog, lendo histórias de dor como a minha...
    Ontem sofri um aborto espontâneo dos meu trigêmeos, minha alegria durou exatamente uma semana, quando descobri que eram três.
    Tô tentando disfarçar a dor, não conversando sobre o assunto com ninguém, mas parece que o nó na garganta vai explodir a qualquer momento.
    Tive fortes contrações, sofri toda a dor do parto, mas a dor pior tá sendo essa emocional que ficou...
    Me conte como conseguiu ou está conseguindo superar esse pesadelo.
    Um forte abraço e muita força!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. JANE, DEUS CONFORTARÁ O SEU CORAÇÃO, LOGO TERÁ UM NOVO BEBÊ PARA ENCHER SUA VIDA DE ALEGRIA. BOM SEJA BEM VINDA AO MEU BLOG, SEMPRE QUE PRECISAR CONVERSAR ESTAREI POR AQUI!!! EU PERDI MEU PRIMEIRO FILHO COM 40 SEMANAS E 3 DIAS, NO DIA DO QUE SERIA SEU NASCIMENTO, FOI O PIOR DIA DA MINHA VIDA, MAS DIGO QUE TUDO VAI CHEGAR AO SEU LUGAR, A DOR VAI SEMPRE NOS ACOMPANHAR, MAS A VIDA SEGUE E SAIBA QUE NOSSOS ANJINHOS QUEREM QUE A GENTE CONTINUE AQUI, LUTANDO E SENDO FELIZES. A DOR É IMENSA, MAS DEUS DÁ CONFORTO. VAI FAZER 3 ANOS QUE PERDI MEU AMADO LUCAS E HOJE DEUS ME DEU UMA NOVA CHANCE, TENHO MEUS FILHOS E SEMPRE SEREI MÃE DO MEU AMADO ANJINHO LUCAS, QUE OLHA E CUIDA DE TODOS NÓS AQUI. FIQUE SEMPRE A VONTADE PARA ESTAR AQUI NO MEU BLOG. ABRAÇO CARINHOSO!!!

      Excluir
  36. eu perdi o meu em um acidente de transito e chorro dia e noite eu nao to aceitando peço para deus me ajudar mas ta dificil demais eu tava com 28 semanas so quem perdeu seu filho me entende.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. VANESSA SEJA BEM VINDA AO MEU BLOG, SINTO MUITO PELA PERDA, EU SEI O QUE ESTÁ PASSANDO, A DOR DA PERDA, EU PERDI MEU AMADO LUCAS COM 40 SEMANAS E 3 DIAS, E A DOR É INCALCULÁVEL, MAS SAIBA AMADA, QUE DEUS ESTÁ COM VOCÊ, LOGO O DESESPERO VAI PASSAR E VOCÊ CONSEGUIRÁ SEGUIR EM FRENTE. ESTOU AQUI SEMPRE QUE PRECISAR, FIQUE A VONTADE PARA ESCREVER AQUI, PARA RECEBER UMA PALAVRA DE CONSOLO. FIQUE FIRME E TENHA FORÇAS, HJ SOU MÃE NOVAMENTE E CREIO QUE COM VOCÊ ACONTECERÁ O MESMO.!!! ABRAÇO!!

      Excluir
  37. Oiii...meu nome é Patrícia, perdi meu bebe Enzo com 1 mês e meio de vida...eu sinto uma dor tão forte no peito que parece que nunca vai passar, eu vejo uma bebe no colo de uma pessoa vem a lembrança, e ai sim eu me pergunto porque. é difícil uma dor que eu não desejo a ninguém, não sei se vou superar mais posso dizer que ele me faz uma falta tão grande, que quando vou ao cemitério tenho vontade de ficar lá, pelo menos ficar próximo a ele. Peço muita força a Deus pq a dor é grande....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. PATRICIA EU SINTO MUITO, SEI O QUE VOCÊ ESTÁ PASSANDO POIS EU PERDI MEU PRIMEIRO FILHO, É MUITO FORTE TUDO ISTO QUE PASSAMOS. ENTENDO TUDO QUE ESTÁ VIVENDO NESTE MOMENTO, É MUITO DIFICIL PARA NÓS, MAS FIQUE FIRME MINHA AMIGA. SAIBA QUE VOCÊ NÃO ESTÁ SOZINHA, ESTAMOS AQUI E PODE CONTAR COM MEU APOIO SEMPRE QUE PRECISAR. MEU BLOG ESTÁ AQUI PARA ISTO, PARA AJUDAR AS PESSOAS QUE PASSARAM PELO QUE PASSEI, A DOR DA PERDA, MAS DEUS ESTÁ COM VC!!! DEIXE UM RECADINHO AQUI SEMPRE QUE PRECISAR QUE FAREI O POSSÍVEL PARA RESPONDER O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL. ABRAÇO !!

      Excluir
  38. MENINAS, TODAS QUE AQUI DEIXARAM SEU RECADINHO DESCULPE QUEM NÃO PUDE RESPONDER, ESPERO QUE DEUS TENHA CONFORTADO O CORAÇÃO DE VOCÊ E TER DADO SOCORRO NA HORA DA ANGÚSTIA. REVENDO A MINHA PÁGINA VI QUE MUITOS EU NÃO RESPONDI, MAS NESTE PERÍODO EU ESTAVA PASSANDO POR UMA NOVA GESTAÇÃO E NÃO ESTAVA EM CONDIÇÕES DE FALAR SOBRE O ASSUNTO, ESPERO QUE TENHAM CONTINUADO A ME SEGUIR E QUE TENHAM CONSEGUIDO SEGUIR EM FRENTE. TORÇO MUITO PELA RECUPERAÇÃO DE VOCÊS Q EU DEUS POSSA RECONSTRUIR A VIDA DE TODAS, QUE O O SONHO DA MATERNIDADE NÃO TENHA SE PERDIDO. LUTEM COM TODAS AS FORÇAS, O SONHO DE SER MÃO VAI SER REALIZADO. EU LUTEI,PASSEI POR TODA A DOR, POR TODO O SOFRIMENTO, JÁ CHEGUEI A PENSAR EM DESISTIR, MAS EU ME REERGUI E HOJE TENHO EM CASA GÊMEOS QUE NÃO SUBSTITUEM O LUCAS, PORQUE O LUGAR DELE NO MEU CORAÇÃO É ÚNICO, MAS QUE ME DERAM UMA NOVA CHANCE DE VIER, DE AMAR DE QUERER SEGUIR EM FRENTE!!!

    ResponderExcluir
  39. como supera tao grande perda atristeza se estala e as lembranças me mata ao poucos e tudo lembra o meu beber nunca vou esquece o rostinho dele quando me mostraram na maternidade sinto tanta curpa por esta de moto na hora do acidente ele esta tao bem ate o acondecido e ele era meu primeiro filho homem pos ja tenhos 2 meninas, a saudade esta me matando .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vanessa Souza, não se culpe amada, na vida as coisas acontecem sem a gente poder prever, não foi sua culpa estar de moto...seu bebezinho é um anjinho e ele não vai ficar "bem " se você se sentir assim. Coloque nas mãos de Deus sua dor querida!!! Eu sei o que esta passando porque eu tbem perdi meu bebezinho, ele nasceu morto e eu não pude fazer nada, mas isto é o que a vida tinha reservado para nós, sei sim o quanto dói, mas siga em frente vc já tem 2 filhas como disse e eles precisam de você!!!!!Pode sempre desabafar aqui, meu blog é para ajudar mamães que perderam seus anjinhos, sempre que puder deixarei uma palavra amiga. Deus esteja com você!!!!

      Excluir
  40. Angela Fulgencio3 de julho de 2013 01:14

    Realmente tentamos nos culpar. Perdi meu filho Juan apoś 41 dias de vida, mesmo sabendo que isso iria acontecer pois ele teve má formação nos osrgãos, seu cerebro não formou. Para a medicina ele teria 10 minutos de vida. Deus me permitiu viver momentos lindos com ele, não me arrependi de ter dito não a um aborto. Hoje tenho uma filha linda de 3 meses. Não ocupou o lugar do Juan, mais minha pequena Sophia amenizou a dor da perca, e a cada dia me faz muito feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Angela, sinto muito!!! Eu parabenizo você por ter "deixado" seu bebê viver até quando Deus permitisse, isso me emocionou profundamente!!! Fico feliz por ter seguido em frente, por ter realizado o sonho de ser mãe. Grande abraço

      Excluir
  41. Oi pessoal eu estava lendo as mensagens de vcs, mães de anjos, é realmente impressionante todos esses relatos de dores e sofrimento.No dia 11/03/2012 dei a luz a um menino lindo chamado Heitor, ele nasceu prematuro extremo de 28 semanas, pesou 950g e com 35 cm de estatura, todos da UTI diziam que não era pra ter esperanças pois o bebê era muito frágil e pequeno e mesmo que sobrevivesse teria uma serie de problemas por causa da prematuridade. Mas Deus em sua infinita misericórdia me concedeu a maior alegria da minha vida, meu filho veio pra casa comigo maravilhoso no dia 10/05/2012, depois de ter passado 59 dias no hospital,hoje ele tem 1 ano e 5 meses é super saudável e muito fofo. Gente o milagre aconteceu na minha vida e com certeza acontecerá para vcs também, confie a tua vida no Senhor e Ele tudo fará por vcs. Um abraço e fiquem com Deus. Rita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa que história linda, fico feliz por ter compartilhado isto em meu blog, dando esperanças para quem estiver lendo, Deus em sua infinita sabedoria e misericórdia disse sim ao seu filho que hoje alegra a sua vida!!! A vocês que estão lendo, vejam como Deus é grande e como tudo tem um PORQUE nesta vida!!!

      Excluir
  42. oi q bom encontra vcs q ta com essa mesma dor q eu;;se tv face me add pra conversar;;inclusive vc marissa bj
    josimartinsamorim@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem vinda ao meu blog, que Deus te dê muita força neste momento delicado, eu sei o que está passando e lhe digo que deus confortará seu coração. Vou te procurar sim no face, grande abraço!!!!

      Excluir
  43. Marissa acompanhei toda sua história, logo que perdi minha princesa Sofia em maio comecei uma busca desesperada para tentar entender o que tinha acontecido comigo. Acabei encontrando seu blog e depois tb encontrei sua história no blog da Cecilya. Hoje 3 meses depois estou mais fortalecida mas ainda dói demais, eu estava com quase 40 semanas quando a perdi e foi durante o parto. Para mim é muito bom saber de histórias como a sua, você venceu, embora nunca esquecerá seu Lucas assim como eu nunca esquecerei mina Sofia, mas você conseguiu seguir em frente. Que Deus continue abençoando sua vida, sua família. Forte abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kellen sinto muito mesmo, que Deus lhe dê muita força, paz e direção neste momento. Eu deixei um recadinho lá no seu blog, que falo melhor pra você viu!!!Grande abraço!!!!

      Excluir
  44. Oi pessoal eu estava criando coragem para pode escrever minha historia pra vcs em 2010 engravidei do meu filho Yure mais com 26 semanas de gestação ele faleceu dentro de mim nossa naquele dia meu mundo tinha acabado,mais naum tinha desistido do meu sonho,agora em 2013 planejei td uma gravidez que acabou tbm naum dando muito certo com 29 semanas Anny Beatriz nasceu 21/07/2013 com 1.020 kg e 35 cm apos 10 dias de vida teve uma infecção no sangue e faleceu dia 31/07/2013. Mais sei que Deus estará sempre comigo e meus anjinhos do lado dele. Mais naum vou desistir nunca de ter um bebe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinto muito, sinta meu "abraço" carinhoso neste momento, eu sei o que tem passado. Também seja bem vinda ao meu blog, e espero que encontre aqui um refúgio, saiba que não está sozinha, que muitas passam por tudo isto e no final há sempre uma esperança, uma saída. Eu passei pela dor e tampem conheci muitas pessoas que também passaram assim como você com sucessivas perdas, uma amiga perdeu 3 vezes, com 8 meses e hoje ela tem 2 filhos aqui na terra com ela, então querida siga, não desista do sonho de ser mãe, para uns o caminho é mais dolorido, longo, mas sempre há luz no fim do túnel, há sempre vitória. Sei que não é fácil, mas creia, lute, aproveite agora o momento para refletir, para colocar a cabeça e as coisas no lugar, para curar as feridas de seu coração, saiba que todas nós vivemos uma história de luta e creia que sua hora vai chegar. Sempre que precisar deixe um recadinho aqui no meu blog e espero que eu posso te ajudar com alguma palavra de conforto e todas aqui que passam por isto!!!!

      Excluir
    2. Perdi meu principe com 40.semanas, o motivo? Nao tem....foi uma gravidez linda, saudavel e perfeita...com a ausencia do meu filho, so me restaram a dor, melacolia, dias tristes e alma ferida.. .. Marissa qual foi o motivo da perda do seu filho?...fico tentando procurar respostas onde nao tem....

      Excluir
    3. Oii Marissa perdi meu filho a 7 meses atras, estava com 40 semanas, o motivo nao teve..tudo estava lindo, perfeito e saudavel..como vc perdeu seu filho?

      Excluir
    4. Sinto muito, eu perdi meu Lucas estava com 40 semanas e 3 dias. Muito difícil passar por esta perda, até hoje, quase 3 anos depois, tenho meus outros filhos mas a perda dela é muito forte. Bom, eu tive também uma gravidez tranquila e tudo aconteceu de repente, fui para o hospital em trabalho de parto e lá descobrimos que ele não tinha mais batimentos cardíacos, qdo o médico foi tentar romper minha bolsa só saiu mecônio( o cocô do bebê)ele havia feito cocozinho dentro do meu útero e por eu estar sem liquido ele aspirou e se foi. Esta foi a causa, em dados técnicos: hipoxia por aspiração de liquido amniótico!
      No meu blog conto toda minha história, tudo que passou, vou deixar o link da historia pra vc

      http://coisasdemarissa.blogspot.com.br/2011/06/minha-historia.html

      Excluir
  45. Ola marissa, perdi meu principe com 40.semanas, causa? Desconhecida...foi uma gravidez linda perfeita nd de errado nem no comeco, durante e fim...sei nao existe anjos mais proximo de.Deus q nossos eternos filhos...depois da perda, me sinto outra pessoa, nao como antes, feliz, realizada e amada...hj falta algo...espero q um dia eu posso voltar a ser quem eu era...diante das pessoas me.sinto forte, parece q nd me aconteceu, mais no meu Eu, no silencio meu coracao esta sangrando pois o vazio e enorme, parece nao ter mais fim...Li q vc tb perdeu seu filho, qual foi o motivo?...um beijo de paz no coracao de todas as mamaes de Anjinhos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida tudo bem, deixe seu nome para que a gente se fale melhor...sinto muito mesmo, digo a todas que sei o que passam, não é fácil mesmo perder um filho amado e desejado!!! Criei este blog que acabou se tornando meu lugar de desabafo, me encontrei aqui e recebi muita ajuda, saiba que é bem vinda e espero que minha história e de outras que aqui deixam seu depoimento te ajude, pois a gente se sente muito sozinha ne, eu achava que só eu tinha passando por isto, quando na verdade, infelizmente acontece muito, já são quase 3 anos e todos os dias eu me deparo com uma história aqui. Siga em frente, mesmo que a dor ainda seja muito forte, digo que não passa, mas a vida vai seguir...eu segui e hoje tenho outros filhos, mas persegui o sonho de ser mãe. Grande abraço e fique sempre a vontade para deixar seu comentário aqui.
      Ja sao quase 3 anos escrevendo aqui, veja s postagens, pode te ajudar querida!!! Abaixo deixo o link da historia em detalhes.

      http://coisasdemarissa.blogspot.com.br/2011/06/minha-historia.html

      Excluir
  46. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  47. Ola marissa como vc perdeu seu filho?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A causa foi hipoxia por aspiração de liquido meconial. Isto acontece quando o bebê faz cocô dentro do útero e ele aspira, causando assim infecções e lesões serias, levando ao óbito, como foi meu caso.

      Excluir
  48. Dia 12/09/13 fui a uma consulta de rotina, com 18 semanas de gestação de uma menina. Não estava sentindo nada de errado. Quando o médico fez a ultra pela barriga, não conseguiu ver nada, perguntou se eu tinha perdido líquido. Me deu um sobressalto, levei um baita susto. Ele fez a ultra transvaginal e o bebê estava todo encolhidinho, com tamanho de 16 semanas, sem batimentos cardíacos. Quanto o médico disse que o bebê tava morto, foi terrível, vi as lágrimas descerem pelo rosto do meu marido, pedi que o médico refizesse o exame, parecia que estava no meio de um pesadelo. Não tinha jeito, no dia seguinte fui internada para a indução do parto. Além das dores físicas, o pior é saber que sua recompensa, seu filho não estará contigo ao final. Sofri muito aquele dia 13 de setembro. Mas Deus foi tão bom comigo, que naquele momento de sofrimento, não senti o meu bebê saindo, mesmo ela já tendo uns 15 cm e já toda formadinha. O médico disse que ela só sairia dia 14, mas no mesmo dia à noite ela saiu. Não quis vê-la morta, acho que foi melhor assim. E não precisei fazer curetagem, meu útero estava limpinho logo depois. Minha Gabriela já estava há uns 10 dias morta dentro de mim e não senti nenhum tipo de dor, de sangramento. Nos dias prováveis da sua morte, meu marido estava viajando ao exterior a trabalho. Se eu tivesse tido o abortamento nesses dias, não sei o que faria sozinha, sem ele aqui, já que moramos só nós dois, longe das famílias. Imagina o desespero. Ela me amava tanto, que esperou o papai chegar de viagem, ficou quietinha para não preocupar a mamãe. A causa da morte foi que a placenta não tava passando oxigênio suficiente para ela. Não pude enterrar minha filha, só tinha duas opções depois da "perícia": ou a doação para uma laboratório de faculdade de medicina, ou a incineração. Escolhi essa última, não queria ver o corpinho dela exposto. Bom, hoje tem dias que fico fazendo planos para uma futura gestação, tem dias que me pego a chorar muito, só pedindo a Deus que me leve para junto da minha filha. A gente se pergunta o que fez de errado, o porquê com a gente. Tem mulher que toma remédio para tirar a não consegue, e a gente com todo o amor do mundo, perde nossos filhos. Ainda não voltei ao trabalho, tirei 30 dias de licença e emendei com as férias. Voltarei no dia que completar 2 meses. Já espero os olhares de pena e os comentários, todos sabiam que eu estava grávida, pois usava uniforme específico. Como você falou, cada um tem o seu tempo de luto. Eu mesmo sofrendo muito, quero engravidar o mais rápido possível, acho que pensando para frente, vou me recuperar mais rápido. Quero em fevereiro, quando a Gaby nasceria, já estar grávida de novo. O que mais me faz sofrer é saber o quanto minha barriga já estaria grande, o quartinho dela que não está pronto, que em fevereiro ela já estaria em meus braços. Mas quando penso no próximo filho, me dá um ânimo. Pode parecer maluquice, mas continuo comprando coisinhas para ele ou ela, tudo unissex. Só assim minhas esperanças se renovam, como se tivesse certeza que essa criança virá em breve. Meu anjinho Gabriela vai mandar um irmãozinho para eu cuidar. Você poderia fazer uma matéria sobre quanto tempo uma mulher que perdeu, pode engravidar novamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida, sou a Marissa, dona do blog, seja bem vinda! Eu penso muito sobre este assunto, a perda de um filho, vivi de perto e sei o quanto dói, o quanto o coração dilacera diante da perda, seja ela com 40 semanas como foi o meu caso, seja com semanas com o feto nem formado, seja como seu caso, enfim, é uma dor incalculável que só quem passou sabe e entende o que isto significa na vida de uma mulher. GOSTARIA DE SABER SEU NOME, pois seu comentario está como anonimo, mas o que eu posso lhe dizer é que tenha forças, neste momento é o que menos temos, mas tente se recuperar, (a seu tempo), nao queime etapas, viva o seu luto, o seu momento, se recupere fisicamente e mentalmente, repense sua vida e coloque tudo no lugar, neste momento é preciso "arrumar a casa", pra que a vida possa seguir.
      Eu digo também que apesar de todo o sofrimento que vive agora, toda dor, não deixe o SONHO DE SER MÃE se apagar, corra atrás dele como eu corri, não sei se vc acompanhou minha história, mas eu segui em frente e hoje sou mãe de gêmeos, de uma gestação natural que Deus me deu de presente a chance de ser mãe novamente. Você pode me perguntar: mas vc esqueceu? Imediatamente eu lhe respondo que não, o meu filho Lucas foi e sempre será o meu filho, um anjo, eu sofro ainda, mas a dor toma uma forma diferente, como eu sempre falo aqui no blog, tudo vai chegar no lugar e o que sentirá será um saudade, um amor só seu que é da sua bebezinha, Deus vai lhe dar a nova oportunidade de ser mãe, vc dará uma irmaozinho ou irmazinha pra ela!!!!
      Querida, conte comigo sempre que precisar, eu não estou todos os dias aqui no meu blog atendendo aos recadinhos que recebo porque não tenho como, mas nunca esqueço daqui, sempre estou a disposição, nunca deixarei de falar com vocês e de prestar minha singela ajuda!!! Pode desabafar, tem um ombro amigo aqui.
      Seja forte, viva seu momento e levante a cabeça, seja feliz e viva em homenagem a sua anjinha, viva por ela, como forma de tributo, tenho certeza que ela ficará muito feliz em te ver seguindo em frente!!!
      Abraço carinhoso!!!!

      Excluir
    2. Oi Marissa, meu nome é Mariana e moro em Brasília. Achei seu blog procurando o caso da apresentadora Ticiane Pinheiro, que perdeu seu bebê no segundo trimestre, assim como eu. Li a sua história e fico feliz que Deus tenha dado a graça de ser mãe logo de gêmeos. Espero que o meu filho ou filha venha em breve, porque meu sonho é ser mãe. A perda de um filho é algo que só quem passa, sabe a dor. Sempre ouvia relatos de mães que perderam os filhos e ficava com pena e tal, mas não mensurava a dor, o sofrimento que é. Mas saibamos que Deus olha por cada uma de nós e só nos dá o fardo que conseguimos carregar. Abraços a todas as mães de anjos

      Excluir
    3. Mariana, sinto muito!!! Espero que vc esteja se cuidando e colocando as coisinhas no lugar, não é fácil, como vc mesmo disse, só a gente que passa pela perda é que sabe o quanto dói, o quanto é significativo em nossa vida!!! Este post é o mais comentado em meu blog, penso que é pelo fato de que quando perdemos um filho pensamos que só acontece com a gente e não, infelizmente são inúmeros casos a cada dia. Eu só posso dizer que o tempo é o senhor de tudo e a vai gente vai vivendo, vai superando cada dia mais e mais, nunca esquecemos, mas conseguimos dar um novo rumo a nossa vida!!! Nunca perca o seu sonho de ser mãe, persiga-o que logo deus abençoará vc com um novo bebê, ou quem sabe, com 2 como foi o meu caso. Grande abraço querida, seja bem vinda e deixe seu recadinho sempre que precisar!!!!

      Excluir
  49. Oi meninas tambem perdi meus filinhos amados no dia 02/10/2013, o Arthur e a Marianna estava com 20 semanas e tive tive trabalho de parto prematuro, foi e esta sendo uma dor enorme, parece que a cada dia a dor so aumenta, minha gravidez foi tao esperada. Espero que Deus posso me abencoar novamente e me tornar mae em breve, pois tive que passar por uma curetagem apos o parto. Bjd

    ResponderExcluir
  50. Ola meninas ontem faria 2 meses q estaria com a minha princesa minha gravidez fou perfeita nunca fui tao feliz ela nasceu com 37 semanas perfeita mas sem eu saber ela ja havia nascida um anjo com 17 dias de vida em casa ela mamou normalmente ate as 18 hs e novamente qdo fui amamenta la as 21 hs a senti sonolenta mas aparentemente normal pois ela passava sempre da hora de comer por preguica quando acordei as 2 para tentar amamenta la novamente senti q ela permanecia bem sonolenta resolvi entao ir ao hospital quando estava descendo a escada ela parou de respirar nos meus bracos meu mundo acabouuu estou mto triste a causa ng sabe n houve explicacao estou acabada lembro e a sinto 24 hs por dia é algo q n temos como explicar pra mim a vida perdeu o sentido só tenho meu marido pra me dar forcas mas sei q meu sonho acabou e n sei como me reerguer voltei ao trabalho ontem mas da mta vontade de desistir de viver. N sei mais pra q. É pedindo mto a Deus pq só ele sabe a falta q minha Bia me faz. Bjos no coracao de vcs...

    ResponderExcluir
  51. Eu também perdi meu Gabriel quando ele estava com 4 meses e 6 dias de vida, ficou internado por 44 dias por causa de uma pneumonia,quando estava de 4 para 5 meses descobri que meu príncipe era portador da sindrome de domw e cardiaco , mas amei ele desde quando engravidei, não me importava com sindrome, mas Deus quis leva - lo para si, e com isso meu mundo desabou.
    Fico forte pelo meu filho de 13 anos que é meu companheiro e também precisa de mim, mas meus dias sem meu bebê esta muito difícil Gabriel faleceu dia 12/11/13 , antes do Gabriel tive um aborto em 2011 com 12 semanas sofri muito também, mas a dor pelo meu Gabriel é terrível hoje a 1 mês e 5 dias do seu falecimento não consegui ir até o cemitério. Peço a Deus que me ajude a superar essa dor que deslacera o coração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou lhe seguir. Se precisar conversar é só me chamar. Estamos no mesmo barco. Muita força. Fique com Deus.

      Excluir
  52. Natal! Estou muito triste, perdi meu filhinho em um parto prematuro com 22semanas, nasceu de parto normal apos um descolamento de placenta. Estou sem chão, tenho 39anos e seria meu primeiro filho, minhas esperanças eram todas nesse filho. Meu grande amor, morreu e levou comigo tudo que eu tinha de melhor. Meu filho, minha razão. Vou guardar comigo a alegria de tê-lo carregado. Sei que não sou a unica a sofrer, mas essa dor é diferente pra cada um. Abraço a todos que como eu sofrem.

    ResponderExcluir
  53. Meninas, pra quem não me conhece eu sou a Marissa, a criadora do blog, sinto tanto quando recebo mais um comentário aqui de perda de um filho, tudo isto porque eu passei por isto. Minha história aconteceu há quase 3 anos, dia 15 de janeiro completará, 3 asnos que o meu filho Lucas( daí o nome do blog: " Homenagem anjinho Lucas"). Eu tive tambem como algumas disseram , uma gravidez tranquila, fui a 39 semanas e 4 dias e tudo parecia perfeito, ate que vivi o dia do desespero, o pior dia da minha vida, quando entrei em trabalho de parto e fomos felizes p o hospital, chegando lá o medico não ouviu os batimentos cardíacos do bebe, quando fui levada as pressas p ultra e constatava-se naquele momento que meu bebe estava morto, foi a pior noticia da minha vida, meu mundo caiu, meu chão se foi... quando o medico rompeu a bolsa, não havia uma gota de liquido e a lança saiu toda suja de mecônio ( coco do bebê). Eu sofri muito, mas com o tempo eu decidi que eu queria viver, eu queria dar prosseguimento a minha vida, pois o sonho de ser mãe nao poderia morrer. Foi uma luta mas EU ENGRAVIDEI NOVAMENTE e tive gêmeos, de uma gravidez natural, onde vi que deus tinha visto o meu sofrimento. Amigas digo, por m,ais q a dor seja profunda creiam, persigam o sonho de ser mãe. Estou a disposição sempre.

    ResponderExcluir
  54. Amiga. Nem Natal e nem Ano Novo sera bom. O meu mesmo dormi logo. Pois meus planos eram os melhores pois minha princesa faria 3 meses. Está mto dificil iremos sofrer eternamente. Com o tempo vc pára de chorar tds os dias e vai passando. É impossível não sentir saudades de tanto amor. Vamos nos fortalecer. Tentar denovo. Esquecer jamais. Tentar voltar a ser feliz um dia quem sabe. Bjos no coração amiga.

    ResponderExcluir
  55. Meu nome é Karoline descobri que estava grávida no dia dos pais do ano de 2012, foi uma surpresa muito grande não estava planejando pq eu ainda não estava casada estava reformando o apartamento, mas a alegria tomou conta de toda a família, em Dezembro de 2012 comecei a ficar muito inchada mas muito inchada mesmo estava de 6 meses, no dia 17 de janeiro de 2013 fui internada na uti com dores de estômago muito fortes a pressão estava 22:14 estava com pré-eclanpsia fiquei entre a vida e a morte e minha filha Gabriella estava na minha barriga, após seis dias de uti e minha filha com 30 semanas tivemos que fazer um parto de urgência uma cesaria dia 23 de janeiro de 2013 ela nasceu com 925 gramas e 36 centimentros foi direto para a uti neonatal, foram 43 dias de internação todos os dias eu ficava com minha filha o dia todo do seu lado até que dia 07 de março ela veio a falecer, parece que perdi o chão o sentido da vida se perdeu pra mim e meu marido, sofremos muito, fizemos o enterro, hoje ainda sofro muito, não sei como superar a essa perda, ela simplesmente era tudo em minha vida e foi tirada sem explicações.....dia 23 agora ela faria 1 ano.... ainda tenho todas as coisas guardadas quarto montado...Não consigo me desfazer das coisas dela....o sofrimento toma conta de mim as vezes....mas estou aqui para contar um pouco da minha história....

    ResponderExcluir
  56. Aiai, hoje encontrei aqui em seu blog tantas mulheres que passaram pelo mesmo que eu que fico um pouco mais conformada.
    Este foi o pior final de ano da minha vida... depois de um maravilhoso Natal com a família, 26/12/2013 fui trabalhar e senti uma dor, lembrava cólica... ao começar a ir embora senti escorrer algo em minhas pernas, era sangue... estava aparentemente calma, pois estava confiante que não era nada de mais e que tudo ia passar... pois estava com 26 semanas e era uma gestação super saudável... fui direto para o hospital, lá os médicos constataram que minha placenta havia descolado e teve que fazer uma cesária de emergência... meu pequeno Thierry nasceu vivo, mas como o pulmãozinho ainda não estava completamente formado ele não resistiu... faleceu à 00:20hr do dia 28/12/2013... quando a enfermeira me acordou e disse que as enfermeiras da UTI estavam me chamando eu já imaginei... Foi DEUS que me levou até a UTI porque já estava tremendo com calafrios... infelizmente eu perdi meu maior presente... mais ele viverá para sempre em meu coração... Nós não conseguimos entender o porque tudo aconteceu...((eu não merecia¿¿)) mais hoje estou mais calma e apenas entendo a vontade de Deus... Daqui uns meses vou encomendar mais um...
    Ufa, um desabafo tão grande...

    ResponderExcluir
  57. ola, a dois anos tive meu bebe Lucas e estava super feliz pois tenho uma princesa em casa então por ser um menino fiquei muito contente só q qdo estava de 6 meses me deu pré-eclâmpsia e o medico viu pelo exame do dopler que meu bebe estava entrando em sofrimento fetal estava com tamanho de 5 meses e segundo o medico se não tirasse ele ele poderia morrer dentro de mim...então foi tirado meu filhinho ainda com vida ...me lembro até hoje do seu chorinho mesmo sendo tão pequeno...ficou um mês na UTI mas acabou pegando infecção hospitalar e veio a óbito.tive uma depressão muito forte após a morte do meu filho, hoje estou bem, mas no momento estou com medo de estar gravida pq minha menstruação esta atrasada e tenho todos os sintomas de gravidez...porem estou com muito medo de passar por tudo de novo...

    ResponderExcluir
  58. Olá , Em Novembro de 2013 descobri que estava gravida felicidade tamanha pois em 2011 descobri que estava com uma lesão no útero e tive que fazer uma econização (retirada da parte lesionada do utero ) dessa forma eu achava que não poderia mais engravidar então meu medico disse que conseguiria normalmente . Bem estava fazendo tds os exames ,quando no dia 04\02\14 senti umas dores e estava sangrando , chegando no hospital o medico disse que meu colo do utero estava dilatado e que a qualquer momento iria abortar (nesse momento meu mundo caiu , chorei dizia pra minha mãe que queria meu filho vivo )então fizeram uma ultrassom e ainda haviam batimentos cardíacos só estava com perda de liquido, fiquei internada repondo liquido . Porém no dia 10\02 não havia mais liquido e nem batimento cardíaco , fiz curetagem. Um dos médicos informou que deveria ter feito um cerclagem para que o meu colo do útero não fosse dilatado . Estou em casa me recuperando era um menino o José Arthur a gaveta dele ainda esta arrumada como só fiquei sabendo do sexo do bebê no dia que aconteceu o aborto todas as suas roupas eram unissex .Fiquei muito abalada mas sei que td que acontece nessa terra só acontece com a permissão de DEUS , se ele quis assim só podemos aceitar . Da proxima gravidez terei que fazer esse procedimento da cerclagem que é nada mais que um ponto no colo do utero para que o mesmo não dilate novamente .
    Marissa , parabéns pelo seu blog .. Bjs Kell

    ResponderExcluir
  59. Olá, Marissa! Parabéns pela sua história de superação e amor. Seu blog tem me ajudado, leio todos os dias.
    Vou contar a minha história: Engravidei em maio de 2013, não havia planejado, mas amei engravidar. Minha gestação foi muito tranquila, fiz acompanhamento com um médico perto da minha casa e iria fazer o parto no Hospital do Servidor Público Estadual. Fiz todo o acompanhamento e sempre tudo bem. A data prevista para o meu parto de acordo com o ultrassom seria 17 de fevereiro. Nesta data, passei em meu médico e ele me orientou a fazer cardiotocografia a cada dois dias na maternidade e caso não entrasse em trabalho de parto naquela semana, para induzir no dia 24 de fevereiro, quando completassem as 41 semanas. No dia 19 de fevereiro fui à maternidade para fazer cardiotocografia e estava normal. O médico me falou que iria me internar naquele dia para começar a indução do parto para eu não ter que voltar no dia seguinte. Perguntei a ele se poderia ir à minha casa para buscar minhas malas, ele disse que tudo bem, para eu voltar no dia seguinte, 20 de fevereiro. Quando retornei no dia 20 de fevereiro, tive a pior notícia da minha vida, minha filha já não tinha mais batimentos cardíacos. Segundo o médico que me acompanhava, meu parto só seria induzido no dia 24 de fevereiro. Estava tranquila, pois não sentia nada de diferente e a minha bebê era saudável.
    Hoje sinto uma tristeza profunda, não consigo fazer nada, sinto-me culpada pelo ocorrido. Confiei que estava tudo bem, aguardava os sinais de parto.
    Causa morte: não sei. No atestado de óbito consta anóxia intrauterina (falta de oxigenação). Não sei o que levou a esse quadro, uma gestação normal pode ser de 38 a 42 semanas. Minha placenta estava grau III desde as 35 semanas, fiz ultrassom com doppler com 36 semanas e doppler estava normal. Meu médico falou que não era motivo para antecipar o parto e nem para preocupação, pois meu líquido amniótico e minha pressão eram normais.
    Induziram o meu parto por aproximadamente 30 horas e, após muita tentativa, fui levada para a cesariana.
    Ao romper minha bolsa, foi encontrado mecônio.
    Que dor e desespero que sinto hoje.

    ResponderExcluir
  60. Olá, Começo aqui respondendo o ultimo comentário, e desde já, peço desculpas por tamanha ausência, por não estar aqui com frequência dando o respaldo que vocês precisam.
    ALGUNS COMENTÁRIOS APARECEM COMO ANÔNIMOS ( porque a pessoa provavelmente não possui blog, não fez login, enfim) POR FAVOR, COLOQUEM O NOME DE VOCÊS, ASSIM FICA MAIS FÁCIL IDENTIFICAR.
    Você do ultimo comentário aqui neste post, teve praticamente o mesmo que aconteceu comigo, com poucas diferenças, mas infelizmente a causa morte foi o MECÔNIO, ( depois que perdi meu filho procurei alguns especialistas e todos foram enfáticos, quando acontece do bebê defecar o mecônio é porque HAVIA SOFRIMENTO FETAL, seja por algum motivo, falta de oxigenação, pressão alta da mãe, diabetes gestacional, perda de liquido diaminiótico, enrolamento do cordão umbilical no pescoço, enfim, algo nao identificado leva ao quadro de morte intra-uterina. É muito dificil, o meu caso não tinha acompanhamento medico de qualidade nesta gestação, o que impediu que a causa fosse identificada, mas também saliento que muitos casos que já me deparei tiveram o melhor acompanhamento medico e infelizmente o sofrimento fetal não foi identificado e levou ao bebê "fazer coco" dentro do útero, o que é denominado mecônio!
    Outro ponto que identifiquei neste seu comentário é que a placenta já estava em grau III, ou seja, já era uma placenta amadurecida e que talvez possa ter deixado de repassar os nutrientes para o bebê, penso eu, na mais leiga opinião, que deveria ter antecipado o parto. Bato muito em uma tecla em minha vida, penso que vou cansar e nunca mudarão, para a medicina obstétrica, é normal uma gestação ir até as 42 semanas, mas já é considerada pós-termo, sendo assim, porque estender tanto, já vi casos de gestações muito prolongadas chegar a um final tragico, infelizmente. Um bebe com 37 para 38 semanas já é considerados "a termo" minha segunda gestação estava no inicio das 37 semanas e nasceram fortes e perfeitos, ou seja, sempre vem a duvida, porque levar ate 42 semanas se as 37 já está tudo perfeito...
    Enfim amigas, infelizmente passamos por situação de perda, por varios motivos que nunca saberemos, so uma coisa digo, NUNCA SE SINTAM CULPADAS, eu me senti logo no inicio, mas depois percebi que isso não é culpa nossa, afinal, qual mãe quer que seu filho nasça morto, forte ne, mas é o que me fez colocar de pé diante de tamanho sofrimento.
    Me coloco a disposição de todas vocês, me mandem email, pelo formulário do blog, que logos responderei!
    FORÇA SEMPRE!!!!

    ResponderExcluir
  61. Estava aqi lendo as postagens de vcs e me emocionei muito pois faz 6 meses q Deus levou minha princesa, ela nasceu d 7 meses parto normal e ainda ficou 9 horas viva depois Deus levou ela, o problema dela foi q ela nasceu com agua no pulmao e nao resistiu. As vezes penso q nao vou suportar tanta dor pois choro todos os dias, nao consigo me alimentar bem. Tou morrendo aos poucos pois a falta q minha filhinha faz é muito grande :(

    ResponderExcluir
  62. Gostei muito de encontrar esse blog e me identificar com alguns casos! Tambem perdi minha primeira filha ha um mes e meio! Tenho endomitriose e ja fiz tres cirurgias devido a isso. Com a endomitriose a ovulaçao termina mais cedo, ( hj tenho 33 anos ja tenho baixa ovulaçao). Precisei fazer Fertilização para ter minha tao desejada filha, engravidei na minha primeira tentativa da fertilização me privei de contar a todos da minha gravidez ate o terceiro mes, depois do terceiro mes contei para poucos mesmo assim e fui vivendo feliz com minha gravidez ate no sexto mes onde meu medico disse que eu estava com placenta previa e com aumento do liquido aminiotico que poderia ser diabetes gestacional ou problemas no coração da minha bb, mas feitos os exames nada foi constatado e continuei minha gravidez, quando entrei no oitavo mes comecei a ter sangramentos abundantes devido a placenta previa, lavava o banheiro com tanto sangue e em fev ( oitavos mes ) me internei 4 vezes devido ao sangramentos, entrei em trabalho de parto 2 vezes naum pódendo, pois com meus problemas de endomitriose e cirurgias anteriores era preciso fazer cesarea. Bom na quarta internaçaõ meu medico resolveu fazer a cesarea dia 14 de março de 2014, que ja estava na 34 semana e minha Beatriz não viveu nem 24 horas ela nasceu com 2,100KG e estava em um bom hospital, não tive contato com ela , pois foi tudo muito rapido ela foi para a uti direto e foi entubada e qdo eu poderia andar de cadeiras de roda pra descer e ve-la ela ja tiha falecido Quando me disseram que ela estava em um quadro gravissimo queria sumir, tremia muito de nervoso e dizia " não pode ser deve ser um pesadelo e quero acordar agora" mas infelizmente não era um pesadelo, quando ela veio a falecer consegui consolar todos os meus familiares e meu marido dizendo que era melhor para ela , pois ela nasceu com paralesia de um dos lados do diafragma e nunca conseguiria ser uma criança saudavel e realmente pedi a Deus fazer o que fosse melhor para ela! Desmontar o quarto é terrivel, guaradar todas as coisas como carrinho, roupinhas, mamadeiras tudo é muito triste, separar a roupinha para ela ser enterrada é uma das piores coisas da vida, tirar o enfeite da porta da maternidade é ruim, enfim a gente quando engravida construimos um futuro com nossos bebe e quando acontece essas tragedias nos sentimos muito mal! Hj quem sofre mais sou eu , mesmo tendo consolados todos na hora que ela faleceu eu realmente não aceito, eu tambem quero engravidar o mais rapido possivel para conseguir voltar a viver .Meu nome é Flavia meu e-mail flaviafom@hotmail.com

    ResponderExcluir
  63. ANDREA SANTOS, sinto muito mesmo, eu até hoje, assim como vc me emociono com tudo que leio, presencio sobre as perdas, só quem perdeu um filho sabe como dói, mas apesar de tudo precisar ser fortes, e nunca perdermos o sonho de sermos mães!!!
    FLAVIA, seu depoimento me levou as lagrimas, como é difícil ne, que deus conforte o seu coração. Eu não tive endometriose, mas conheço muitas amigas que tiveram e conseguiram engravidar novamente, uma delas inclusive esta gravida do segundo filho, sendo assim, mesmo diante da gravidade do caso, nunca perca as esperanças. O momento no seu depoimento que me levou ao meu, é quando diz de desmontar o quartinho do bebe, nossa, eu demorei 6 meses para ter coragem de entrar no quartinho, foi muito difícil mesmo, eu sentia dor no coração. mas saiba que eu engravidei novamente e as roupinhas do meu Lucas foram usadas pelo meu bebezinho, creia e você será mãe novamente, por mais que seja árduo, que tenha que fazer tratamentos, fertilizações, seja o que for preciso, tenha força querida. Me coloco a disposição, o que precisar conversar, caso seja particular, envie um email no formulário de contato. Grande abraço a você e a ANDREA SANTOS!

    ResponderExcluir
  64. oi meu nome é Cristiane sou de Manaus, e o dia 10 de maio de 2014 ficará marcado na minha vida pra sempre, eu não tenho muitos recursos meu marido trabalha por conta própria , estava gravida da minha segunda filha JHULIE e fazia meu pré-natal normalmente e Nas US tudo estava bem, pois bem nesse fatídico dia era o meu baby cha que meus amigos estavam organizando, acordei com uma ligação da minha irmã as 7: nosso irmão tinha sido assassinado naquela madrugada, eu fiquei em estado de choque, chorei, gritei pensei que estava tendo um pesadelo enfim uma tragedia sem tamanho, então meu esposo decidiu naquele instante me levar na clinica e bater uma US a medica nos instrui a ir direto pra maternidade caso algo mais grave surgisse e então fomos, chegamos lá minha bebê já estava morta a dias e eu não tinha nenhum tipo de sintomas ela já estava macerando dentro de mim e provavelmente eu também morreria com uma infecção generalizada eu estava com 36 semanas...então você pode imaginar o meu estado emocional como ficou: um irmão assassinado e minha doce jhulie sem vida, meu coração sangrou, todo sofrimento que já era grande tomou uma proporção enorme, meu mundo desabou e além de tudo o risco de infecção ainda era grande, todos aqui em casa estavam num estado sei lá como dizer...parecia que não estava acontecendo..tive parto normal as dores eram insuportáveis e eu pensei que não passaria daquele dia, eu estava sem forças. mas DEUS é tremendo e o seu poder se aperfeiçoa na nossa fraqueza, as manifestações de amor e carinho da minha família dos amigos e ate de desconhecidos naquele momento foram cruciais, era como um furacão destruindo e reconstruindo a minha alma, depois desse dia estou vivendo um dia de cada vez, me revolto, choro, penso, tento compreender e não vou me privar de nada vou viver o luto saudável e se DEUS QUISER porque a ELE pertence minha vida vou engravidar de novo num futuro bem próximo...sem dar uma única palavra minha Jhulie me ensinou a ser uma mulher mais forte, mais humilde e com certeza mais amorosa com minha família e todos a minha volta, nessa vida tudo acontece com um proposito.

    ResponderExcluir
  65. Olá, meninas!!! Meu nome é Martha e minha história está relatada nesse blog no dia 10 de março às 18h19min. Perdi a minha eterna e amada filha com 40 semanas e 3 dias de gestação. Confesso que o tempo não tem sido o meu melhor amigo, retornei ao trabalho, pois nos primeiros 60 dias fiquei apenas na cama e no sofá, sem comer e sem dormir, depressão total. Mesmo tendo retornado ao trabalho há aproximadamente 50 dias, não consegui voltar a vida normal. Choro todos os dias e lembro-me da minha gestação e da minha filha. Faz quase 4 meses que a minha filha faleceu dentro do meu ventre, mas a dor é constante e dilacera a alma. Culpo-me o tempo todo por ter confiado apenas em um médico, por não ter procurado outros médicos, por não ter pedido para antecipar o meu parto, por não ter entrado em trabalho de parto, por ter levantado peso (feira, mercado, etc), por ter trabalhado muito. Enfim, culpo-me o tempo todo. Sei que preciso confiar nos desígnios de Deus e que os nossos filhos são espíritos eternos e filhos de Deus e que nada acontece por acaso, mas confesso que ainda sou muito fraquinha. Não consigo mexer nos pertences da minha bebê. Quero encontrar um caminho. Desculpem-me o desabafo.

    ResponderExcluir
  66. Ola meu nome é Rosemary e ha 15 dias perdi minha Ester com 37 semanas de gestação. É uma dor enorme que eu acho que nunca vai ter fim. Minha alegria foi embora com ela.

    ResponderExcluir
  67. Eu perdi minha bebe com 5 meses de gestação e horrível uma dor muito grande era uma menina e ia ser chama Letícia tentei me matar em total desespero mas sobrevivi a perca da minha filha. Isso foi em julho de 2011

    ResponderExcluir
  68. Eu perdi mi ha bebe com 5 meses de gravidez tive um aborto guando cheguei na maternidade com sangramento e o medico disse que eu tava abortando não acreditei fiz uma ultrasom depois e minha bebe não tinha mas batimentos eu sai dali trastornada ai tentei me matar fiquei entre a vida e a morte mas dobrevii ainda DOI muito a perca da minha filha ficou um vazio muito grande no meu coração era uma menina ia se CSMA Letícia isso foi em julho de 2011

    ResponderExcluir
  69. Fico consternada por todos estes relatos. Já passei duas vezes por esta perda, tive duas gravidezes ectópicas, infelizmente perdi além de meus bebês a chance de engravidar normalmente, perdi as duas trompas, mas graças a DEUS superei, adotei um lindo menino, hoje chama-se Paulo Henrique, sapecaaa, me dá muitas alegrias. Agradeço a DEUS por esta chance de ser mãe.
    Espero que este meu relato possa ajudar alguém.
    Bjus.
    skype/email: claudianasgomes/claudi_ana@hotmail.com

    ResponderExcluir
  70. Ola me chamo samara costa, so hj encontrei seu blog, e me identifique cm td os fatos, hj faz 49 dias q perdi meu primeiro filho q s chamava lucas, foi uma dor mto grande,ainda tento arrancar forças d onde n tenho pra suportar essa perda, ele morreu d hidrocefalia qndo estava cm 37 semanas, porem n sabia q ele estava morto, pq nas cunsultas afirmava q ele estava vivo, e fui.marcar minha cesariana, qndo chegou o dia tao esperado,tive essa surpresa q meu filho estava morto dentro da barriga a 2 semanas...fiquei em estado d choque,meu marido ficou desesperado pq era td q ele mais queria, e hj agente tem medo d ter outro devido esse fato, com medo d acontecer td d novo...queria mto t outro mais qndo penso q posso passar pela msm coisa, desisto...n consigo entender pq deis levou ele, enquanto tem tantas q tentam tira a vida d seus pq n querem, e msm assim eles vivem....estou mto triste,numk vou me esquecer dessa dor....

    ResponderExcluir
  71. A minha história é parecida com a sua Marisa, tbm perdi meu Pedro Carlos, com 41 semanas e 3 dias,no dia do nascimento, tbm tinha meconio quando estourou minha bolsa, mas não sei ainda o que aconteceu, pois ainda espero o resultado do laudo, o que mais me dói é saber que ele era perfeito, lindo e saudável,n tinha nenhum problema, mas no meu caso foi culpa médica, ele tinha que ter feito Cesário, e por essa lei de incentivo ao parto normal, e por ganhar mais dinheiro, ele preferiu deixar meu filhinho morrer :-( ele mentia à todo momento dizendo que eu estava dilatando, mais eu só dilatei 6 centímetros e n mais, ele deixou minha vidinha passar da hora de nascer, ele não teve coração, meu primeiro filhinho se foi, e amanhã ele iria fazer 3 meses, mas tbm amanhã fará 3 meses q tbm se foi, e dói tanto tanto tanto que eu não sei se vou aguentar :-( vivo à base de tristezas e remédios pra dormir, q Deus me ajude pois já estou sem forças para prosseguir.

    ResponderExcluir
  72. Oi sou Amanda e perdi meu filho Artur as 34 semanas de gestação foi muito doloroso sofro de mais pois era meu primeiro filho homem pois tenho 3 meninas já esta com 1ano e 4 meses e não consigo superar

    ResponderExcluir
  73. Olá a todas vocês! Me compadeço a cada comentário que vejo aqui no meu blog, há mais de 5 anos que eu estou aqui e já vi muitas coisas tristes acontecerem, mas em contrapartida, também vi muitos casos de vitórias, de mamães felizes novamente, de colo cheio!!!!Eu mesma sou a prova da restituição, pois meus filhos estão aqui hoje, fortes, saudáveis!
    NUNCA DESISTAM DE SEREM MÃES, A HORA DE TODAS VOCÊS CHEGARÁ!
    FORTE ABRAÇO!
    MARISSA

    ResponderExcluir
  74. Oi marissa tive meu filho no dia 4 de Julho aos 6 meses porém não resistiu a virou meu anjinho queria saber quanto tempo levou pra vc superar e quando começou a tentar de novo e engravidou dos gêmeos
    Ps manu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Manu, sinto muito mesmo pela grande perda, não é fácil, e só quem passou sabe a complexidade disto tudo. Bom, eu demorei 9 mêses para engravidar dos meus gêmeos, durante 6 meses fiz um acompanhamento médico para saber se o problema era comigo, e nada foi constatado e logo o médico me liberou para tentar novamente. Superar, atá hoje eu sinto profundamente, mas o que posso lhe aformar é que todo o desespero do começo vai encontrando seu lugarzinho e se tornando saudades. Fique forte, lute e nunca desista de seu sonho. Volte sempre!

      Excluir

Obrigada por comentar!